A edição de 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) traz algumas alterações e os candidatos que farão o exame este ano devem ficar atentos às mudanças para não haver prejuízos na realização do certame.

Datas da aplicação das provas

 Dentre as mudanças deste ano está o dia de aplicação das provas, que agora serão realizadas em dois domingos seguidos (dias 5 e 12 de novembro), e não mais em um único fim de semana.

Inscrições

As inscrições serão abertas às 10h do dia 8 de maio e serão encerradas às 23h59 do dia 19 do mesmo mês.

No que se refere à taxa de inscrição, esta passou de R$ 68 para R$ 82. Estão isentos alunos de escolas públicas, participantes carentes, de acordo com o cadastro no CadÚnico do governo federal, e estudantes que se enquadrarem nas exigências da lei 12.799/2013, que trata das isenções em processos seletivos federais. Até o ano passado, o pedido de gratuidade ocorria por meio de autodeclaração.

Outra mudança é que o candidato que solicitar a isenção e não comparecer nas provas terá de anexar documentos que justifiquem a ausência para conseguir nova edição em 2018, como atestado médico, documento judicial ou boletim de ocorrência. Antes, era necessário apenas justificar a ausência durante a nova inscrição.

 Aplicação das provas para pessoas com deficiência

 Participantes deficientes ou com outra condição especial poderão solicitar tempo adicional para as provas de uma hora no ato da inscrição. No entanto, a partir de agora será necessário incluir um laudo para comprovar o atendimento especial durante a inscrição. O resultado da análise será disponibilizado na página do participante. Até o ano passado, o laudo era exigido apenas no dia das provas. Para candidatos que não se enquadram no atendimento especializado, mas precisam de algum recurso para a prova devem incluir a opção "outra condição específica" durante a inscrição.

Ordem das provas

Para esta edição também houve alteração na ordem das provas. Linguagens e redação, que antes ficavam no segundo dia, agora passam para o primeiro dia de aplicação, juntamente com ciências humanas. No segundo dia, os candidatos responderão questões de ciências da natureza e matemática.

Primeiro dia: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências da Humanas e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Segundo dia: Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos.

Outra mudança é que os candidatos receberão cadernos de questão personalizados, com o nome e número da inscrição, juntamente com o cartão de respostas. Até o ano passado, o cartão era entregue separado e os participantes precisavam fazer uma identificação de acordo com a cor da sua prova.

Horários

Assim como no ano passado, os portões serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h. As provas terão início às 13h30.

Certificação do Ensino Médio

A partir deste ano, o Enem não valerá mais como meio de obtenção do certificado de conclusão do Ensino Médio. De acordo com o superintendente de ensino superior da SEDUC, professor Ellen Gera, a certificação agora deve ficar a cargo somente do ENCCEJA (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos). "Este exame é aplicado pelo MEC e tem o objetivo de medir os saberes adquiridos pelas pessoas fora da idade escolar, para poder certificá-los", explicou.

Ascom/ Cultura FM