Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Educação e Cultura

Pastoral Familiar Diocesana realiza primeiro encontro formativo na Área Pastoral São João Batista

Pastoral Familiar Diocesana realiza primeiro encontro formativo na Área Pastoral São João Batista

A Comissão Diocesana da Pastoral Familiar de Picos esteve na manhã de sábado, dia 07 de outubro, na Área Pastoral São João Batista em Alagoinha Piauí. O encontro faz parte de uma agenda adotada pela Comissão Diocesana com o proposito de despertar as paróquias e comunidades para a importância da implantação da Pastoral Familiar. O evento contou com a participação de representantes de pastorais, grupos, movimentos e do Pe. Manoel Moura que está à frente dos trabalhos pastorais naquela comunidade. As atividades iniciaram as 08:30hs com acolhida dos participantes, em seguida a oração inicial e na sequencia a primeira palestra do encontro. Durante a palestra os participantes tiveram a oportunidade de compreenderem melhor: o que é a Pastoral Familiar? Qual o objetivo geral e específico da Pastoral Familiar? Como está organizada a Pastoral Familiar? Quem é convocado a ajudar a Pastoral Familiar? Como ser um agente da Pastoral Familiar? E os documentos que fundamental a atuação da Pastoral Familiar junto às paróquias e comunidades. Na segunda palestra que trata do Guia de Implantação da Pastoral Familiar, foi apresentado de maneira resumida, o conteúdo de cada um dos 08 encontros sugeridos no Guia. Sendo, conforme o documento, 05 encontros formativos e 03 com orientações sobre a implantação, às prioridades a serem adotadas pela equipe e os documentos que fundamentam as ações da Pastoral Familiar. Na parte final da reunião, foi escolhida e apresentada a equipe que vai motivar os encontros durante oito meses. Após esse período a Comissão Diocesana retorna para que seja oficializada a implantação da Pastoral Familiar em Alagoinha Piauí. FAMÍLIA QUE SE ENCONTRAM Mesmo sem uma ação efetiva da Pastoral Familiar, vários casal de Alagoinha do Piauí, têm ao longo dos últimos anos se encontrado no Salão Comunitário Irmã Maria Edamala, para refletirem sobre diversos temas relacionados à vida em família. Os encontros acontecem sempre no primeiro sábado de cada mês e reúne pessoas da sede e das comunidades. Com toda experiência acumulada, e agora, com a presença da Pastoral Familiar, os casais terão a possibilidade de ampliarem suas ações, envolvendo mais pessoas que tenham amor a sua família e que desejam responde ao chamado de Deus. Confira as fotos AQUI Daniel Jorge/ Cultura FM
Papa cria instituto para Ciências do Matrimônio e da Família

Papa cria instituto para Ciências do Matrimônio e da Família

O Vaticano publicou na terça-feira, 19 de setembro, uma carta apostólica do papa Francisco na qual é instituído o Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para as Ciências do Matrimônio e da Família. O objetivo é prosseguir ampliando o raio de pesquisa sobre a família, seja no que diz respeito à sua dimensão pastoral e eclesial, seja no campo da cultura antropológica. A “Summa familiae cura” (Principal cuidado da família) é a carta apostólica em forma de Motu Proprio utilizada pelo papa Francisco para definir que o Pontifício Instituto para as Ciências so Matrimônio e da Família substituirá o atual Pontifício Instituto João Paulo II para os Estudos sobre o Matrimônio e a Família. O papa considera que a mudança antropológico-cultural da sociedade requer uma análise analítica e diversificada da questão familiar, que não se limite a práticas pastorais e missionárias que refletem formas e modelos do passado. “No límpido propósito de permanecer fiéis ao ensinamento de Cristo, devemos, portanto, olhar, com intelecto de amor e com sábio realismo, para a realidade da família hoje em toda a sua complexidade, nas suas luzes e sombras”, escreveu o pontífice. O novo Instituto constituirá, no âmbito das instituições pontifícias, um centro acadêmico de referência, a serviço da missão da Igreja universal, no campo das ciências que dizem respeito ao matrimônio e à família e acerca dos temas relacionados com a fundamental aliança do homem e da mulher para o cuidado da geração e da criação. O Instituto Teológico estará ligado à Pontifícia Universidade Lateranense e tem a faculdade de conferir “iure proprio” aos seus estudantes os seguintes graus acadêmicos: Doutorado, Licenciatura e Bacharelado em Ciências sobre o Matrimônio e a Família. Assessor do Brasil estudou no Instituto O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Jorge Alves Filho, que também é secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), fez mestrado em Teologia com ênfase em Matrimônio e Família no Pontifício Instituto João Paulo II, em Roma. Posteriormente, padre Jorge fez doutorado em Teologia Pastoral pela Pontifícia Universidade Lateranense. Confira a carta apostólica do papa (em italiano).